Pedido de Música

Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Qual o segredo dos casamentos que duram muito? - Nativa FM Campinas 89.3

Qual o segredo dos casamentos que duram muito?

Nem só de amor vive um casamento. A convivência diária e a rotina exigem de quem se dispõe a dividir a vida muito mais do que fogo e paixão. E nada como um reality show de casais para revelar os ingredientes necessários para um relacionamento saudável e duradouro.

Os pares reunidos no Power Couple, da Record TV vira e mexe conversam sobre o que acham fundamental para que um casamento dê certo. Ju Valcézia e o marido, Ricardo Manga, recomendam jogo aberto, doa a quem doer. “Dizer a verdade sempre. Este é o nosso pacto”, garantiu a bailarina, durante um jantar japonês realizado na mansão na noite do sábado (1/6).

Na mesma oportunidade, Paula Pequeno e Alexandre Folhas, casados há 16 anos, revelaram que sem cumplicidade o amor não se sustenta. Clara Maia e André Coelho, apesar de estarem casados há apenas 2 anos, disseram acreditar que um relacionamento só dura se houver respeito mútuo.

Os especialistas são unânimes em afirmar que não existe receita pronta, nem um só segredo. Cada indivíduo envolvido emocionalmente com outro leva para o casamento sua história de vida, sua criação, suas verdades, suas certezas e, claro, suas neuroses e dificuldades. Cabe a cada casal encontrar os caminhos para tornar a convivência prazerosa e não sucumbir às tempestades.

Denise Figueiredo, psicóloga e sócia-diretora do Instituto do Casal, garante que, antes de mais nada, é preciso que o casal tenha vontade que dê certo. “Tudo é mais malhação do que inspiração”, alerta.

Os casais precisam lidar com os mitos que são passados socialmente, enfrentar o “felizes para sempre”, não esperar o príncipe encantado, nem a mulher perfeita. “É preciso transformar essa idealização. O amor pode ser muitas outras coisas”, explica.

Se colocar no lugar do outro também é fundamental, assim como aceitar a forma do outro reagir a determinadas situações. “Tem de ter essa delicadeza de entender que cada um tem um jeito de expressar afeto, pode ser fazer um jantar ou levar o carro para lavar. É importante conversar sobre isso, entender a forma de amar do outro”, recomenda Denise.

A especialista em terapia de casal aconselha que, em um casamento de longa duração, os casais devem “recasar” muitas vezes. “Isso significa sentar e reconversar, as pessoas mudam, é preciso rever objetivos e sonhos. Casais que conseguem fazer isso têm mais chance de ter um relacionamento saudável e duradouro.”

Se a conversa já não flui como antes, o Instituto do Casal desenvolveu dois “jogos” para estimular a aproximação. São duas caixinhas com 100 perguntas, a “Puxa conversa casal” e a “Diálogo sim, briga não”, que podem ser um ótimo presentinho para driblar crises.

Individualidade e flexibilidade

Gabriela Sayago, terapeuta em desenvolvimento pessoal, pedagoga, pós-graduada em Neuropedagogia pelo Instituto Saber, alerta que uma relação duradoura não necessariamente é uma relação saudável.

“O importante é distinguir uma relação saudável de uma não saudável. Uma relação saudável é baseada em diálogo, em confiança, em parceria e onde cada um mantém sua própria individualidade”, analisa. “O que se tem visto são as desistências por qualquer coisa. Não há mais a flexibilidade. Se for pra fazer tudo de um jeito só, realmente não dá para estar com ninguém.”

Gabriela aconselha que é muito importante manter a chama do início sempre acesa. Segundo ela, a individualidade ajuda a manter o mistério. O ideal é que o casal se disponibilize a fazer coisas que, com o tempo, vai ficando com preguiça e não faz mais.

Para a especialista, conversa, o diálogo, o acolhimento com relação às inseguranças do outro e a flexibilidade para refazer combinados são fundamentais para uma relação saudável durar mais. “A gente não transforma o outro e o ideal é esse, que a gente não tenha a intenção de que aquela pessoa deixe de ser ela e se torne alguém de acordo com a nossa conveniência”, alerta.

É preciso respeitar a individualidade e sempre estar aberto e flexível para encontrar o meio do caminho entre si mesmo e outro. Companheirismo e cumplicidade são algumas das condutas básicas para quem deseja ter uma relação duradoura. Amizade e respeito também fazem parte dessa receita.

Cada um no seu quadrado

Nem todos os apaixonados buscam um modelo tradicional de casamento. Em alguns casos, experimentar outras alternativas, como viver em casas separadas, pode ser uma saída mais saudável.

Gwyneth Paltrow revelou nesta terça-feira (11), em entrevista ao jornal The Sunday Times, que tem uma rotina pouco usual com o marido Brad Falchuk: eles não moram na mesma casa.

A atriz explicou que os dois passam quatro noites da semana juntos. Nos outros dias, Falchuk fica em sua casa com os dois filhos e só mora com a mulher quando as crianças estão com sua ex-companheira, Suzanne Bukinik.

Como Gwyneth também tem dois filhos, Apple e Moses, de seu relacionamento com o vocalista do Coldplay, Chris Martin, a dinâmica encontrada permitiu uma aproximação gradual e saudável  entre as famílias.

Gwyneth, de 46 anos, se casou com Brad, de 48, em setembro de 2018 e ela garante que a relação entre o ex e o atual é excelente. “O Chris faz parte da família. Ele e o Brad são amigos.”

Fonte: R7 (texto copiado na íntegra)

Deixe seu comentário:

CURTA NO FACE!

DÁ UMA OLHADA NO NOSSO INSTA

No images found!
Try some other hashtag or username
© Direitos reservados - Nativa FM Campinas 89.3 - Grupo Bandeirantes de Comunicação