Pedido de Música

Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Mulher se revolta após marido decidir voltar a dormir com a mãe - Nativa FM Campinas 89.3

Mulher se revolta após marido decidir voltar a dormir com a mãe

Uma mulher usou o fórum para pais, Mumsnet, para contar sobre uma situação que não tem a deixado nada contente: o marido decidiu voltar a dormir com a mãe no final de semana. O problema é que o casal acabou de ter um bebê de 8 meses e a esposa sente que foi deixada para trás para cuidar das crianças.

Segundo ela, a sogra mora perto do filho e as visitas do marido na casa da parente estão ficando cada vez mais frequentes. “Ele decidiu ficar na casa dela uma noite por semana. Sai à noite, só volta na tarde seguinte”, explicou ela. “Isso realmente me irrita. Eu me sinto como se tivesse sobrado, literalmente “segurando o bebê”. Nenhum dos meus amigos mora perto e com Covid-19 no momento também não é fácil organizar um encontro noturno com alguém”, desabafou.

A mãe disse que além da bebê de 8 meses, a família também tem outras duas filhas crianças. O marido explicou a esposa que precisava de um tempo livre, o que de acordo com ela, “está destruindo o tempo deles juntos no final de semana”. A usuária do fórum pediu a opinião dos outros membros para saber se estava exagerando. “Eu não quero estar controlando, ou impedi-lo de sair, mas eu sinto que uma vez por semana durante a noite é um pouco demais!”, disse.

Outras mães deram a sua opinião sobre o caso e a maioria reprovou o comportamento do homem. “Um homem adulto com uma família em casa que precisa ficar com a mãe uma vez por semana? Ele está sendo egoísta e ridículo. Todos nós precisamos de um tempo de inatividade, não significa que ele deva abandonar regularmente sua família para obtê-lo”, escreveu uma. “Eu normalmente não sou do tipo que suspeita, mas eu estaria me perguntando se realmente era na mãe que ele estava hospedado”, provocou outra.

Fonte: Pais & Filhos

Deixe seu comentário:

© Direitos reservados - Nativa FM Campinas 89.3 - Grupo Bandeirantes de Comunicação