Pedido de Música

Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Goleira espanhola recebe diagnóstico ginecológico de "doença homossexual" - Nativa FM Campinas 89.3

Goleira espanhola recebe diagnóstico ginecológico de “doença homossexual”

Alba Aragón, goleira do time de futebol CAP Ciudad de Murcia, na Espanha, foi ao Hospital Reina Sofía, tido como referência na região, nesta segunda-feira para um exame ginecológico de rotina, e voltou para casa com o diagnóstico de “doença homossexual”.

A jogadora de 19 anos, que apresentava queixas relacionadas à irregularidade do ciclo menstrual, falou abertamente para o ginecologista sobre sua orientação sexual e autorizou que tal dado constasse em sua ficha, mas não esperava que fosse inserido no campo de doenças.

Contei que era homossexual porque achei que pudesse ser relevante para os exames que iria fazer. Eu gosto de mulheres desde os 15 anos e não tenho vergonha de dizer. O que eu não esperava é que aparecesse no relatório literalmente como uma doença
— afirmou Alba Aragón, ao jornal ‘El Español’
Quando retornou ao hospital para questionar o ocorrido, Alba e a família foram informadas por um membro do Reina Sofía que já haviam recebido inúmeras reclamações contra o médico pelo mesmo problema.
Em busca de ajuda, a jovem dirigiu-se ao coletivo LGBTQIA+ Galactyco, que por sua vez enviou cartas ao Serviço de Saúde, exigindo retificação imediata e um pedido de desculpas à paciente pelo tratamento humilhante e discriminatório.

A atleta também teve apoio do clube, que denunciou publicamente o caso, revoltando a população espanhola.
O Serviço de Saúde pediu desculpas e atribuiu o ocorrido a um “erro de computador”. Segundo Juan José Pedreño, o ministro de Saúde, não passou de um simples erro do profissional que registrou a orientação sexual de Alba no local errado do formulário. Em nota, o Hospital Reina Sofía também se retratou.

– Lamentamos profundamente o erro cometido ao coletar os dados no relatório clínico do ginecologista que tratou a paciente.

No entanto, a mãe da goleira pretende prestar queixa formal contra o Serviço de Saúde e o médico que atendeu Alba Aragón.

fONTE:OGLOBO

Deixe seu comentário:

© Direitos reservados - Nativa FM Campinas 89.3 - Grupo Bandeirantes de Comunicação