Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora:
SITE__0014_FORRO NATIVA
No ar: FORRÓ NATIVA

Das 02:00 as 06:00

SITE__0015_CORACAO SERTANEJO
No ar: CORAÇÃO SERTANEJO

Das 06:00 as 08:00

SITE__0020_AS 40 MAIS
No ar: AS 40 MAIS

Das 08:00 as 11:00

SITE__0008_MANHA NATIVA
No ar: MANHÃ NATIVA

Das 08:00 as 11:00

LOGO_2018_arena_nativa
No ar: ARENA NATIVA

Das 11:00 as 14:00

SITE__0023_TE AMO PRA SEMPRE
No ar: TE AMO PRA SEMPRE

Das 12:00 as 14:00

SITE__0021_ACONTECEU COMIGO
No ar: ACONTECEU COMIGO

Das 13:00 as 13:20

LOGO_2018_progamacao_musical
No ar: Programação Musical

Das 13:20 as 13:59

SITE__0005_NATIVAO
No ar: NATIVÃO

Das 14:00 as 15:00

LOGO_2018_alo_nativa
No ar: ALÔ NATIVA

Das 14:00 as 16:00

SITE__0025_TardeNativa
No ar: TARDE NATIVA

Das 15:00 as 18:00

SITE__0025_TardeNativa
No ar: TARDE NATIVA

Das 16:00 as 18:00

LOGO_2018_arena_nativa
No ar: ARENA NATIVA

Das 18:00 as 19:00

SITE__0017_BOTECO DO GALINHA
No ar: BOTECO DO GALINHA

Das 19:00 as 22:30

SITE__0016_COMPANHIA DE AMIGOS
No ar: CIA. DE AMIGOS

Das 19:00 as 22:30

SITE__0009_LOVE SONGS
No ar: LOVE SONGS NATIVA

Das 22:00 as 02:00

SITE__0018_BALADANATIVA
No ar: BALADA NATIVA

Das 22:00 as 03:00

SITE__0004_PAIXAO NATIVA
No ar: PAIXÃO NATIVA

Das 22:30 as 02:00

Sumaré confirma quarta morte por H1N1

Compartilhe:
vitima_nao_790x505_11072018095447

Sumaré confirmou a quarta morte por H1N1 registrada no município este ano. O caso foi confirmado pelo instituto Adolfo Lutz na semana passada. A vítima era um homem de 55 anos, portador de doença crônica e morador da região central. A morte ocorreu no dia 7 de junho.

Segundo a pasta de Saúde, ele não chegou a tomar a vacina porque na época, não estava incluso no grupo prioritário.

Na semana passada a Prefeitura havia confirmado a terceira morte pela gripe na cidade, um menino de 5anos, que faleceu no dia 25 de maio, e também era morador da área central de Sumaré.

Outros dois casos de morte já tinham sido confirmados anteriormente: o primeiro foi de uma criança de 4 anos. O menino era morador da região de Nova Veneza e morreu no dia 27 de abril, devido a complicações respiratórias.

O segundo caso confirmado foi em 15 de junho e era um caso importado. De acordo com a Prefeitura, era um homem de 31 anos, que faleceu no dia 5 de maio.

Ainda segundo a Prefeitura, agora são oito casos confirmados de H1N1, sendo que quatro evoluíram para óbito. (Com informações de Ruan Vinícius)

Fonte: A Cidade On (texto copiado na íntegra)

Deixe seu comentário:

Curta no Facebook

Promoção