Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora:
SITE__0014_FORRO NATIVA
No ar: FORRÓ NATIVA

Das 02:00 as 06:00

SITE__0015_CORACAO SERTANEJO
No ar: CORAÇÃO SERTANEJO

Das 06:00 as 08:00

SITE__0020_AS 40 MAIS
No ar: AS 40 MAIS

Das 08:00 as 11:00

SITE__0008_MANHA NATIVA
No ar: MANHÃ NATIVA

Das 08:00 as 11:00

SITE__0000_TATI NO AR
No ar: TATI NO AR

Das 11:00 as 12:00

SITE__0003_PEAO NATIVA
No ar: PEÃO NATIVA

Das 11:00 as 14:00

SITE__0023_TE AMO PRA SEMPRE
No ar: TE AMO PRA SEMPRE

Das 12:00 as 14:00

SITE__0021_ACONTECEU COMIGO
No ar: Aconteceu Comigo

Das 13:00 as 13:20

LOGO_2018_progamacao_musical
No ar: Programação Musical

Das 13:20 as 13:59

SITE__0005_NATIVAO
No ar: NATIVÃO

Das 14:00 as 15:00

SITE__0012_HORA MAIS CORREIO
No ar: HORA MAIS CORREIO

Das 14:00 as 15:00

SITE__0025_TardeNativa
No ar: TARDE NATIVA

Das 15:00 as 17:00

LOGO_2018_as_mais_pedidas
No ar: As Mais Pedidas

Das 17:00 as 17:59

SITE__0011_HORA MAIS PEÃO
No ar: HORA MAIS PEÃO

Das 18:00 as 19:00

SITE__0017_BOTECO DO GALINHA
No ar: BOTECO DO GALINHA

Das 19:00 as 22:30

SITE__0016_COMPANHIA DE AMIGOS
No ar: CIA. DE AMIGOS

Das 19:00 as 22:30

SITE__0009_LOVE SONGS
No ar: Love Songs Nativa

Das 22:00 as 02:00

SITE__0018_BALADANATIVA
No ar: BALADA NATIVA

Das 22:00 as 03:00

SITE__0004_PAIXAO NATIVA
No ar: PAIXÃO NATIVA

Das 22:30 as 02:00

Governo lança versão-teste do documento nacional de identidade

Compartilhe:
documento-nacional-identidade-20101223-001

O governo lançou hoje a versão-teste do Documento Nacional de Identidade (DNI), uma identificação digital que reunirá diferentes registros civis, como CPF e título de eleitor. Os primeiros a testar o novo documento são cerca de 2.000 servidores do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e do Ministério do Planejamento.

A partir de julho, o documento único digital deve começar a chegar ao restante da população. O plano é que o DNI incorpore diversos documentos à medida em que sejam firmados convênios com órgãos públicos para a integração da base de informações. Francisco Lopes, presidente do INSS, diz que futuramente o documento deve agregar dados relativos à contribuição previdenciária do trabalhador.

O documento usa as bases de dados de biometria do TSE, do governo federal e do Poder Judiciário. Para baixar o aplicativo e ter acesso digital ao documento será preciso ter feito o cadastramento biométrico na Justiça Eleitoral – mais de 7o milhões de pessoas cadastradas no TSE com foto e impressão digital.

O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, disse que a ideia é simplificar e tornar eficiente a identificação dos cidadãos. Segundo ele, o custo unitário do documento digital será de dez centavos. “Descortina-se com o DNI uma imensa avenida de possibilidades porque a solução que está sendo dada é inteligente, digital, sem burocracia, flexível e adaptável a todos os tipos de serviços”, afirmou, acrescentando que futuramente as pessoas naturalmente passarão a usá-lo como o principal documento de identificação.

O presidente Michel Temer destacou que o DNI vai facilitar a vida dos cidadãos e ampliar a segurança. “A intenção é que o DNI venha concentrar vários documentos em um único. Teremos menos papel. A vida de todos, de alguma maneira, ficará mais fácil. A ideia de um documento de identidade todo digital, que possamos acessar pelo telefone, é muito prática e será também sinônimo de segurança”.

O DNI é resultado do projeto de Identificação Civil Nacional, que tem o objetivo de possibilitar a emissão de um documento único do cidadão brasileiro, válido no território nacional, bem como a autenticação biométrica do cidadão em todos os órgãos e entidades governamentais e privados. O projeto de lei foi aprovado pelo Congresso Nacional e sancionado pela Presidência da República em maio de 2017.

Fonte: Veja (texto copiado na íntegra)

Deixe seu comentário:

Curta no Facebook

Promoção