Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora:
PROGRAMAÇÃO - FORRO NATIVA PNG
No ar: FORRÓ NATIVA

Das 02:00 as 04:59

PROGRAMAÇÃO - CORACAO
No ar: CORAÇÃO SERTANEJO

Das 05:00 as 07:59

PROGRAMAÇÃO - 40 AMIS
No ar: AS 40 MAIS

Das 08:00 as 11:00

PROGRAMAÇÃO - MANHA
No ar: MANHÃ NATIVA

Das 08:00 as 11:00

LOGO PROGRAMA TATA COM TUDO
No ar: Tatá com tudo

Das 11:00 as 12:00

PROGRAMAÇÃO - PEAO
No ar: PEÃO NATIVA

Das 11:00 as 14:00

PROGRAMAÇÃO-ACONTECEU COMIGO
No ar: Aconteceu Comigo

Das 12:00 as 12:59

LOGO PROGRAMACAO MUSICAL
No ar: Programação Musical

Das 13:00 as 13:59

PROGRAMAÇÃO - CORREIO
No ar: HORA MAIS CORREIO

Das 14:00 as 14:59

PROGRAMAÇÃO - NATIVA
No ar: NATIVÃO

Das 14:00 as 15:00

PROGRAMAÇÃO - TARDE
No ar: TARDE NATIVA

Das 15:00 as 16;59

PROGRAMAÇÃO - MAIS PED
No ar: As Mais Pedidas

Das 17:00 as 17:59

PROGRAMAÇÃO - HORA PEAO
No ar: HORA MAIS PEÃO

Das 18:00 as 19:00

PROGRAMAÇÃO - BOTECO
No ar: BOTECO DO GALINHA

Das 20:00 as 21:59

PROGRAMAÇÃO - COWBOY
No ar: COWBOY NATIVA

Das 20:00 as 22:00

PROGRAMAÇÃO - CIA
No ar: CIA. DE AMIGOS

Das 20:00 as 22:00

LOGO LOVE SONGS
No ar: Love Songs Nativa

Das 21:00 as 02:00

PROGRAMAÇÃO - PAIXAO
No ar: PAIXÃO NATIVA

Das 22:00 as 01:59

PROGRAMAÇÃO - BALADA
No ar: BALADA NATIVA

Das 22:00 as 02:00

Após ser preso, genro de Silvio Santos é solto sem pagar pensão

Compartilhe:
IMG_5196

Edu Pedroso, conhecido também por ser genro de Silvio Santos, foi preso nesta terça-feira, 05 de dezembro, por não pagar pensão alimentícia à filha Sophie, de 5 anos, que mora em Santa Catarina com a mãe.

Junto desde 2013 com Silvia Abravanel, herdeira do dono do SBT, o cantor responde ao processo há 4 anos e meio pois se nega a ver a filha e não tem contato com a criança por opção própria.

Uma hora depois de ser detido, Pedroso foi liberado, sem pagar o valor que devia desde julho. “São cinco meses que a minha cliente não recebe nada”, disse a advogada Geovana da Conceição, que defende Ana Cristina da Silva Cavalcanti, mãe da criança.

No início da noite, o advogado João José da Fonseca entrou com habeas corpus para que seu cliente fosse liberado. O portal Uol tentou contato com o escritório do representante do Edu Pedroso, mas ainda não obteve resposta.

Vale lembrar que o pedido de prisão foi expedido pelo juiz Adilor Danieli, da Vara de Família, Órfãos e Sucessões de Balneário Camboriú. Edu não paga a pensão há 11 meses e a Justiça de Santa Catarina decretou sua prisão no dia 24 de outubro.

Fonte: TV Foco (texto copiado na íntegra)

Deixe seu comentário:

Curta no Facebook

Promoção